Banda X - Rosemary Baby

Quando e onde tudo começou?
• Tudo começou no fim de 2011. Numa viagem que iria ser de trabalho à linda Ilha do Príncipe em São Tomé e uma guitarra emprestada pelo Padre Fabian, colombiano que vivia na ilha. Eu nem católico sou, mas se calhar a guitarra vinha abençoada.

Banda ou artista que te inspirou nesse inicio.
• As bandas que mais me influenciaram foram os amigos que fui fazendo ao longo da vida e portugueses como por exemplo Oioai, Frankie Chavez. Nos internacionais lembro-me na altura de ouvir muito Bon Iver, na fase que já não aguentava a minha banda favorita, os Beirut.

Se fosses uma cor, qual seria? Porquê?
•  Uma qualquer das cores primárias. Porque começam duma cor e com uma nuance mudam de cenário, assim como juntar guitarras elétricas a cornetas, duas coisas diferentes mas juntas fazem uma cor linda.

3 musicas tuas.
• Spotted by the Sun e This is the Time do primeiro disco e Selfish música 2 deste segundo trabalho.

Melhor palco que já pisaste.
• O do Arrifana Sunset Fest em Aljezur.

Palco de sonho.
• Nacional talvez em Paredes de Coura e Internacional o Festival de Nyon na Suiça.

Quem gostarias de ressuscitar ou convidar para estar contigo em palco?
• O Lou Reed sem dúvida.

Para 2018...
• Para 2018 espero que muitos concertos e começar a produzir o terceiro, que já se encontra em fase adiantada de pre produção.



À conversa... A.A.A.


© 2017


www.fenther.net ® Todos os direitos reservados @ 2017

Manifestações: geral@fenther.net















      geral@fenther.net       Ficha Técnica     Fenther © 2006