Banda X - Rosemary Baby

Quando e onde tudo começou?
• Tudo começou no fim de 2011. Numa viagem que iria ser de trabalho à linda Ilha do Príncipe em São Tomé e uma guitarra emprestada pelo Padre Fabian, colombiano que vivia na ilha. Eu nem católico sou, mas se calhar a guitarra vinha abençoada.

Banda ou artista que te inspirou nesse inicio.
• As bandas que mais me influenciaram foram os amigos que fui fazendo ao longo da vida e portugueses como por exemplo Oioai, Frankie Chavez. Nos internacionais lembro-me na altura de ouvir muito Bon Iver, na fase que já não aguentava a minha banda favorita, os Beirut.

Se fosses uma cor, qual seria? Porquê?
•  Uma qualquer das cores primárias. Porque começam duma cor e com uma nuance mudam de cenário, assim como juntar guitarras elétricas a cornetas, duas coisas diferentes mas juntas fazem uma cor linda.

3 musicas tuas.
• Spotted by the Sun e This is the Time do primeiro disco e Selfish música 2 deste segundo trabalho.

Melhor palco que já pisaste.
• O do Arrifana Sunset Fest em Aljezur.

Palco de sonho.
• Nacional talvez em Paredes de Coura e Internacional o Festival de Nyon na Suiça.

Quem gostarias de ressuscitar ou convidar para estar contigo em palco?
• O Lou Reed sem dúvida.

Para 2018...
• Para 2018 espero que muitos concertos e começar a produzir o terceiro, que já se encontra em fase adiantada de pre produção.



À conversa... A.A.A.


© 2017


www.fenther.net ® Todos os direitos reservados @ 2017

Manifestações: geral@fenther.net















Bandas X


O Martim


oLUDO


Anarchicks


Mariano Marovatto


Vaarwell


D'Alva


Galo Cant’Às Duas


The Black Zebra


Corvos


Ana Free


Marvel Lima


Old Yellow Jack


The Sunflowers


Cave Story


Terrakota


Joana Barra Vaz


Smartini


SOUQ


Mirror People


Noiserv


Birds Are Indie


The Twist Connection

      geral@fenther.net       Ficha Técnica     Fenther © 2006