Aftershow
Eventos
Discos
Banda X
Porta 253
Borlas
Fenther TV
Passatempos
Arquivo
Enciclopédia
Ficha Técnica



























































A.A.A.
Access All Areas


Estivemos à conversa com Midnight Ambassador a propósito da edição do EP "Fragile Igloo".

Fenther – Quem é e de onde nos chega Midnight Ambassador?
Midnight Ambassador – Vindo de uma terra alentejana chamada Beja, Midnight Ambassador foi criado por um tal André Graça que teve uma ideia no duche depois de ouvir o Redbone pelo Childish Gambino. Já passaram quase 3 anos e lenda resa que o Bejense hoje vai lançar um novo single.

Fenther – Como defines o teu som? Em que prateleira podemos encontrar os teus discos? Ao lado de quem?
Midnight Ambassador– Eu sou extremamente influenciado por Glass Animals, Dr. Dre e Alt-J por isso adoraria ver um disco meu ao lado deles nas prateleiras.
Respondendo à questão, diria que Indie Rock com um toquesinho de R&B é onde me gosto de considerar. Estaria na prateleira de Indie Rock, que neste caso estaria ao lado da prateleira do Hip-Hop.

"Todas as minhas musicas são pequenos episódios da minha vida. É como ir ao psicólogo, só que o doutor é o meu piano."

Fenther – Onde te inspiras para as criações?
Midnight Ambassador– Todas as minhas musicas são pequenos episódios da minha vida. É como ir ao psicólogo, só que o doutor é o meu piano. Já tentei escrever algo externo a estes temas, mas acho que certa maneira eu preciso disto e para além disso, gosto de contar estas histórias.

Fenther – Fala-nos um pouco sobre o teu disco... Já conhecemos "All My Love" e agora "Mirror".
Midnight Ambassador– "Fragile Igloo", vai-se chamar este EP. Escolhi este nome porque estas musicas falam acerca de eu não me ter sentido em casa durante muito tempo durante a minha mudança para Londres. Não consegui escrever música durante muito tempo, nesse período pensava que nunca mais conseguia escrever.
Tive que trabalhar em ambientes muito difíceis para sustentar a minha vida, não tinha ninguém nesta cidade, de certa maneira estava a construir uma casa frágil, sem estrutura. Como construir um Igloo no sol, vai simplesmente derreter. Acho que esse processo todo é muito explícito neste EP, especialmente no Mirror. Felizmente as coisas estao muito melhores agora, trabalhei para tal e estou a ver fruto do meu trabalho.

"Eu sou extremamente influenciado por Glass Animals, Dr. Dre e Alt-J por isso adoraria ver um disco meu ao lado deles nas prateleiras."

Fenther – Há locais para tocar na zona de Beja? Há apoios locais?
Midnight Ambassador– O meu local favorito em Beja para tocar é de longe “A Oficina - Os Infantes”, eles são perfeitos! Cada vez que vou a Beja nunca rejeitam um concerto, tratam-nos sempre da melhor maneira e o palco é excelente. Quanto a apoios locais, eu creio que há muitos pequenos festivais organizados pela cidade e chegam a convidar muitos artistas locais o que acho muito positivo. Eu gostaria de um dia tocar num palco mais acentuado na minha cidade natal, talvez com tempo.

Fenther – O que mudou desde o EP "Midnight Ambassador" até este novo registo?
Midnight Ambassador– Acho que a minha produção maioritariamente, não tenho tanto medo de correr riscos, sei mais o que estou a fazer. No meu primeiro EP foi a minha primeira vez a cantar e a produzir. Ainda estava à procura de um som. Acho que cada vez mais esse som está mais definido. Para além disso este EP é mais concreto em termos líricos, acho que me consigo expressar melhor, com mais realidade e sem medo, ser verdadeiro a mim próprio e para quem ouve as minhas letras.

Fenther – Estado da música nacional? De boa saúde?
Midnight Ambassador– Portugal está a desenvolver uma onda de indie e de hip hop tao interessante, adoro o Slow-J e Capitão Fausto. Tenho estado completamente apaixonado pelo trabalho deles. Outra banda que gosto imenso são os D’Alva ou os You Can’t Win, Charlie Brown. Gosto de ver a música em Portugal a expandir as asas cada vez mais, deixa-me também feliz ver os nossos próprios festivos a apostar cada vez mais no nosso talento nacional.

Fenther – Mensagem final...
Midnight Ambassador– Durante muito tempo eu não sabia o que haveria de fazer, se valia pena todo este esforço para andar a viver de ordenado para ordenado para sustentar a música, mas as mensagens que recebo das pessoas que ouvem as minhas musicas é o único incentivo que alguma vez irei de precisar, eu amo-vos genuinamente, tal como amo fazer música. Obrigado por tudo até agora é espero que gostem do Mirror, foi literalmente escrita a frente dum espelho.

Vitor Pinto