Bandas/Discos | Crónicas | Livros | Eventos | DJ7 | Links | Apoios | Home


Mais Discos Fenther

Edições ao telescópio no palco Fenther...



The Other Side «Endless Times»

Há um som que nunca chegou a morrer. Há um som que triunfou no seu tempo e que ainda faz furor nestes dias…
Falo do negro som dos anos 80. Aquele som que educou gerações, criou cultos e serviu de inspiração para novas bandas que ainda hoje surgem.

Estamos diante de um caso desses. Uma nova banda que surge e que não passa despercebida e indiferente às suas influencias dos gloriosos anos 80. Peter Murphy, Joy Division ou Nick Cave estão nas prateleiras da sala de ensaios desta nova promessa nacional.

São de Castelo de Paiva e chamam-se The Other Side. Uma banda que se forma pelo talento de Jóni e Ricardo Vieira, Hugo Teixeira, Nuno Couto e Jorge Ferreira. Nasceram há precisamente 10 anos e por entre inúmeras vitórias em concursos de nova música nacional e alguns EP’s, chega finalmente o álbum de estreia, fruto da vitória do concurso de música moderna RocKKastrus 2007.
«Endless Times» chega com a etiqueta registada da Rastilho e logo na sua primeira audição algo fica na memoria… fica algo que nos indicia que temos em mãos um grande disco. Um registo que acompanhado de alguns concertos certeiros, farão dos The Other Side a banda de 2008. Veremos mais tarde o resultado.

“Static Skies” encabeça esta colecção de doze deliciosos temas, e vem com a farda de single, tendo como companhia um vídeo igualmente delicioso. Um momento original sem duvida.
Antes deste single já “This Night” havia feito as devidas apresentações para este longa duração. Ficou no ar o efeito curiosidade em saber o que estes cinco rapazes nos tinham ainda para oferecer para além das excelentes actuações ao vivo. Jóni Vieira é portador de uma presença única em palco, o que trás para esta banda, uma mais valia a reter e para ser apreciada de inicio ao fim!
No disco não são visíveis os movimentos dos elementos dos The Other Side, mas são audíveis os sentimentos que eles tão bem transmitem.

Com “Until the Time To Change” um dos primeiros temas da banda, chegamos quase ao final deste registo, que merece mais do que mil palavras… Merece ser escutado abertamente, com o espírito solto para a dança e para a vontade de voltar a ouvir os The Other Side.

Bandas como estas não surgem todos os dias, por isso… Agarrem esta oportunidade de sentir «Endless Times» o disco de estreia da banda de Castelo de Paiva.
Com “So Close So Different” fecha-se mais uma rodada deste registo e com este tema, fica a mensagem e o apelo para sabermos apreciar sempre as pequenas coisas que nos rodeiam… Tão perto, tão diferentes, tão maravilhosos… São os The Other Side!

Vitor Pinto



Mais Discos Fenther