NEWS


“KATE", primeiro single de Que Pesadelo!, segundo disco d'As Docinhas

Maio 14, 2024

______________________________________________________________


Foto: Nuno Coelho

Libertação, libertinagem, exorcismo, revolta, revolução! Pecado, vício, Corrupção!
Conseguiremos nós sobreviver ao desespero de tentar passar por tudo? E este mundo? e estas pessoas?
E se não houver solução? Não nos rendemos! Podemos sentir desespero e nos perder no caos organizado que nos aparece de fronte e sempre desorganizado, mas nunca nos vamos render ou converter!
Kate está desesperada e vai para a rua gritar com os inimigos!

"Kate" é o single de avanço do segundo disco d'As Docinhas e carrega com ele o peso de uma revolução! Não só a nível instrumental, com riffs pesados a cheirar a metal e uma adrenalina tão densa que se pode sentir com os dedos!



Foi em 2016 que As Docinhas se formaram em Viana do Castelo. Inicialmente eram Cire Ndiaye (vocal, violino), Lee Meneres (vocal, guitarra) e Alex Vieira (vocal, guitarra).

Após a morte de Alex, aos 23, em 2017, As Docinhas lançaram o primeiro álbum - XANDO - que acabou por sair em 2021. É um disco que materializa o sentimento de rebeldia e revolução de Alex através do seu som agressivo e cru.

Ao vivo, têm uma performance muito variada, assumindo uma postura mais punk. Complementam o espetáculo com elementos performativos como dança, magia, pole dance, strip tease etc. A banda conta geralmente com 5 a 7 músicos em palco, incluindo Cire e Lee.

O principal objetivo da banda, como profissionais das artes, é partilhar e exteriorizar as ideias através da música, tendo vindo a receber um feedback bastante positivo.

A guitarra de Lee representa um sentimento de feiura e cria um espaço para o ouvinte sentir raiva e, ao contrastar com o violino louco e a voz forte de Cire, As Docinhas, torna-se num espetáculo sensual de comédia, muitas vezes mal interpretado como ironia.

Instrumentalmente, misturam instrumentos de jazz com riffs assanhados e distorcidos, letras sujas com uma performance frenética, contando também com elementos de electrónica e ritmos alucinantes.

As Docinhas convidam todos os espectadores a encontrarem o seu lugar na música punk.

Depois de XANDO, lançaram dois videoclips e dois singles lançados entre 2022 e 2023, tendo percorrido vários palcos nacionais como Safra, CSA A Gralha, Núcleo A70, Palco Ruc – Queima das Fitas Coimbra, Understage Rivoli - Teatro Municipal do Porto, Festival Tremor e Musicbox Lisboa, entre outros.

Preparam-se agora para lançar o seu segundo disco, Que Pesadelo! vai sair no dia 24 de Maio.



Fenther @ Todos os direitos reservados