Carviçais Rock anuncia Primeira cartada de Nomes para a edição de 2017

Carviçais a aldeia do rock!
The Legendary Tigerman, Blasted Mechanism, Sean Riley & The Slowriders e The Poppers são os primeiros nomes apresentados para a edição de 2017 do Carviçais Rock.

Paulo Furtado, o one man band mais seminal da Europa vai atuar na aldeia do rock a 12 de Agosto, ele que conta com um espetáculo que não permite indiferença na assistência. O Tigerman prepara-se para lançar novo álbum em Setembro, o qual foi gravado nos Estados Unidos.

Os míticos Blasted Mechanism estão de regresso à aldeia do rock a 12 de Agosto! Um conceito que quebra as barreiras do palco onde a música e as letras inspiradas são aliadas às artes visuais e conceitos tecnológicos. Eles que já percorreram vários dos melhores festivais a nível mundial sendo Egotronic o seu mais recente álbum, lançado em 2015. 

Aclamados pela crítica, sustentado com grandes prestações ao vivo Sean Riley & The Slowriders marcam presença no carviçais a 11 de Agosto. Com passagens por festivais de renome a nível nacional, como é o caso de Vodafone Paredes de Coura ou Alive, Sean Riley estão na estrada com o álbum de originais homónimo Sean Riley & The Slowriders, lançado em 2016.

Como o Rock’n’roll não passa de moda, não entra em desuso e muito menos morre. Os The Poppers são a prova disso mesmo, agarrando na herança de um dos mais transversais géneros da música e transformando-a em provocação, intensidade e atitude. E sim é de palco que se fala aqui, esse que é terra natal para o quadrado composto por Rai, Bonés, Kid e Bruno prontos para espalhar magia a 11 de Agosto na aldeia do rock.

O ano de 2017 marca a 15ª edição do Carviçais Rock, um dos mais antigos Festivais de Verão do nordeste transmontano, que tem datas marcadas para os dias 11 e 12 de Agosto, com um cartaz totalmente nacional e com elevado destaque para o género musical rock/alternativo.

Brevemente será anunciada mais uma cartada de nomes que compõe o cartaz do Carviçais Rock bem como uma série de novidades preparadas para a edição de 2017.

Fiquem ligados à aldeia do rock!


The Legendary Tigerman | 12 Ago
The Legendary Tigerman é o alterego de Paulo Furtado, multifacetado Artista de Coimbra, Portugal.  Inspirado no velho formato de one-man-band nascido nas margens do Delta do Mississipi, é um conceito adaptado e vivido no Século XXI, com uma estética muito particular – ao formato analógico tradicional (bombo, prato de choque, guitarra) juntam-se, sem pudor, soluções electrónicas. O resultado conhecido é explosivo. 
Ao vivo, as prestações não permitem indiferença na assistência – um homem, muitos instrumentos, o passado fundido com o amanhã. O Tigerman vive sobretudo no palco e realiza regularmente Digressões em vários Países e (porque não) Continentes – Portugal, Espanha, França (foi o o primeiro português a actuar no Festival Trans Musicales de Rennes, importante rampa de lançamento a nível europeu), Suiça, Alemanha, Bélgica, Inglaterra, EUA, Japão (Fuji Rock Festival – 7 Espectáculos em três dias, no maior Festival do mundo), Brasil, México, China. Em Portugal, é, em 2008, um dos convidados especiais do Festival Rock In Rio Lisboa.  Em 2010, no Festival Alive! torna-se o primeiro Artista Português a programar uma noite e apresentar na integra um Álbum num Festival – no Espectáculo do Legendary Tigerman na “Femina Night” participaram todas as convidadas do Álbum. Nessa mesma noite, as convidadas apresentaram Espectáculos em nome próprio com as respectivas Bandas. Em Janeiro de 2011, chega a consagração nos Coliseus de Lisboa e Porto: duas salas esgotadas, um naipe de convidados invejável e dois Espectáculos inesquecíveis. Mas, The Legendary Tigerman não é só um projecto musical – aqui, a imagem, através (sobretudo) do cinema e da fotografia são tão importantes como a música.

Blasted Mechanism | 12 Ago
Mais do que uma banda de artistas, pensadores, cientistas e inventores reunidos para desenvolver um conceito que quebra as barreiras do palco e entra na nossa realidade cotidiana. Através deste processo, a música evolutiva e letras inspiradoras juntam-se às artes visuais e aos conceitos de alta tecnologia para criar uma performance inesquecível, reconhecida pelo público em todo o mundo e pelos meios de comunicação.
Desde 1996 eles estão fazendo turnês ao redor do mundo e tocando em grandes festivais, entre os The Chemical Brothers, Rage Against the Machine, Pearl Jem, Linking Park, Marylin Manson e outros. O grupo ganhou um prêmio de globo de ouro, foram 3 vezes indicado para prêmios MTV e alcançou o primeiro lugar no topo com um recorde de ouro.
Os músicos dos Blasted conectam sons ancestrais com a nova tecnologia e, tornando-os próprios instrumentos eles criaram uma sonoridade muito especial. Em 2009 eles lançam pela primeira vez no mundo um registro que contém a realidade aumentada de uma forma que traz o formato cd obsoleto para uma nova dimensão. O colectivo tem sede em Portugal.

Sean Riley & The Slowriders | 11 Ago
Tudo começou em 2007 com a edição de Fareweel, onze belíssimas cancões que projetaram Sean Riley & The Slowriders como autores de uma das melhores estreias discográficas da história da música produzida em Portugal.
A relevância dada a Fareweel e consequente exposição mediática da banda elevaram a fasquia para o segundo disco  - e a banda respondeu com um inspirado Only Time Will Tell.
Aclamado pela crítica, sustentado com grandes prestações ao vivo, caso do sucesso alcançado nos festivais de Paredes de Coura e Alive, e com dois discos editados no Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo) pela Sonic Rendezvous.
Seguiu-se a edição nacional de "It´s Been A Long Night" um disco cheio de luz em que o grupo se permitiu absorver todas as referências que povoam o seu imaginário artístico.
Depois de 3 anos afastados dos palcos para prosseguirem projetos paralelos (como no caso de Afonso Rodrigues com Keep Razors Sharp), 2015 marca o regresso aos palcos e 2016 o regresso aos discos de originais, com o lançamento do álbum homónimo "Sean Riley & The Slowriders". Dili e Greetings são os singles de apresentação deste álbum.

The Poppers | 11 Ago
Rock’N’Roll não passa de moda, não entra em desuso e muito menos morre. The Poppers são a prova viva disso mesmo.
Os The Poppers assumem com orgulho a herança do RocK'N'Roll. Sentem-se bem, sobretudo, a tocar ao vivo, ganhando uma intensidade e vitalidade em palco que só quem já os viu ao vivo pode descrever. São uma banda experiente, provocadora, intensa, cativante e cheia de atitude. Não é raro haver convidados especiais no palco a partilhar com eles canções, ou até membros do público chamados para tocar ou cantar expontâneamente com a banda.
Os The Poppers têm tanto de imprevisíveis como de perfeccionistas, sempre com grande qualidade aliada à espontaneidade.
O colectivo lançou, em Janeiro, o seu novo disco de originais, «Lucifer», produzido por Paulo Furtado (The Legendary Tigerman / WrayGunn).



www.carvicais.pt



Fenther.net © 09/05/2017