Toulouse + Toy – Hard club, Porto 8 de Março

Em noite de Benfica para a Liga dos Campeões, o Hard Club abriu portas para receber o regresso a Portugal dos britânicos Toy, com primeira parte dos portugueses Toulouse.

Toulouse
Quando os vimaranenses Toulouse subiram ao palco, a sala 2 do Hard club ainda se encontrava com meia casa. No entanto isso não inibiu a banda de comprovar que é um dos mais promissores projetos da música nacional.
Em pouco mais de meia hora, os Toulouse apresentaram o seu álbum de estreia «Yungh» , pondo o público a dançar ao som de grandes malhas como «Doe», «Junip» ou «Toten». Certamente quem ainda não os conhecia, rapidamente ficou curioso para os conhecer mais aprofundadamente.

Toy
Poucos minutos após a hora marcada, os britânicos Toy (com uma sonoridade a ronda o post-punk, shoegaze e rock psicadélico) subiram ao palco, já com uma plateia bastante bem composta, para darem um belíssimo concerto, que durou pouco mais de 1 hora.
Se a banda liderada por Tom Dougall, começou a meio gás com a «Fall Out Love», rapidamente cresceu para um soberbo concerto, numa set, baseada de forma equilibrada, no primeiro álbum «Toy» e no mais recente «Clear Shot» (apenas foram tocadas duas músicas do segundo álbum «Join the Dots»: a já referida «Fall Out Love», e a música homónima do álbum).
Apesar de sempre estáticos em palco, e poucas vezes se dirigem ao público, foram vários os pontos altos do concerto, com a «Kopter», «Another Dimension» e «Left Myself Behind» à cabeça. Após bastante insistência do público, os Toy regressam a palco para a celebração final, com uma das músicas mais aclamadas pelos fãs «Dead & Gone», terminando de vez o concerto, que ficará por muito tempo na memória de todos os presentes. ☆

Texto: Tiago Nêveda


            


+ Aftershows      

      geral@fenther.net       Ficha Técnica     Fenther © 2006