Scurú Fitchadú na Galeria Zé dos Bois

Na última edição do Afrobaile, festa já habitual da Galeria Zé dos Bois, o anfitrião Celeste Mariposa convidou um dos mais originais projectos que vimos nos últimos tempos a pisar os palcos nacionais. Scúru Fitchadú, em estreia na ZDB, apresentam-se em trio e juntam ao tradicional Funaná a raiva e força do Punk com alguns traços de eletrónica influenciada por bandas como Atari Teenage Riot e The Prodigy.

Marcus Veiga, também conhecido por Sette Sujidade, é o mentor deste projecto que ao vivo conta com a ajuda de Ronnie D’Alva Teixeira e Chullage. Apreciador do Punk desde jovem (nas suas actuações e no seu disco de estreia homenageia os Crise Total com a cover do tema “A Crise Continua” de 1996) e com o Funaná nas suas origens, resolveu unir o melhor de dois mundos e criar um híbrido que não passa sem gerar alguma polémica entre as mentes mais conservadoras.

Scurú Fitchadú é difícil de explicar, e é ao vivo que melhor se compreende o quão bem funciona esta fusão de influências que obrigam qualquer um a bater o pé... Temas como “Ken ki frã?” e “Ravoluçan Ketu” são exemplos da força vital deste projecto. Ferro ao ombro, faca na mão e uma voz poderosa, são as armas de Marcus Veiga cuja presença em palco é forte e nos contagia com a sua energia ao longo do espectáculo.

Além dos temas do EP de estreia, tocaram alguns temas novos como “Stranhu sma bô, loco sma mi”, tema no qual é bastante visivel a influência da eletrónica dos The Prodigy e que promete muito em relação ao que podemos esperar do futuro de Scurú Fitchadú, e também “Moinomutantes” (1994), cover da banda Pé de Cabra. No final do concerto, o público pediu mais e a banda resolveu repetir o novo tema que havia sido estreado ao vivo minutos antes e que levou o público à euforia total.

Aguardamos ansiosamente pelos próximos passos deste artista que nos conquistou com a sua irreverência e originalidade.☆


Texto: Filipe Martins
Fotos: Carlos Ferreira



      

    

    

    

    

    

    

+ Aftershows      

      geral@fenther.net       Ficha Técnica     Fenther © 2006