Rufus Wainwright no Theatro Circo

Neste mundo em que todos andamos, a um ritmo desenfreado, vale a pena parar um pouco para colher momentos únicos, especialmente quando estes surgem diante dos nossos olhos.

Não sabemos se o paraíso existe, mas quando algo se assemelha ao que poderíamos ouvir por lá, então mais vale caçar o momento e vivê-lo, porque talvez não surja outra oportunidade igual.

Assim, quando soubemos que o Theatro Circo, em Braga, iria receber Rufus Wainwright, dono de uma voz singular e perturbadora, e um dos maiores compositores e letristas da sua geração, para um concerto único em Portugal, fizemos as malas e rumámos a norte.

Com efeito o Theatro Circo de Braga abria a suas portas, à primeira edição do Festival RESPIRA!, dedicado ao piano que contou com quatro artistas internacionais como, Douglas Dare, Wim Mertens, Quentin Sirjacq, e esta noite para encerar o RESPIRA!, Rufus Wainwright .

A nossa estreia no Theatro Circo não podia ter sido mais feliz, pois a sala encontrava-se esgotada, quem sabe se não todos com a mesma ambição, de voar até ao céu estando com os pés na terra.

Julgamos que terá sido isso a acontecer, pois ao longo de quase duas horas de concerto, Rufus Wainwright, fazendo-se acompanhar apenas do seu piano ou da sua guitarra, mostrou-se sempre bem-disposto e brincalhão. O público como que hipnotizado, aplaudia vivamente no final de cada música, venerava o artista que se encontrava sobre uma luz dourada, esta que lhe acariciava o rosto. Que agradável que é assistir a um concerto sem qualquer tipo de ruído, mostrando que todos os presentes apenas desfrutavam do som que saía do piano, sempre que as teclas eram docemente premidas e da voz melancólica que nos transportou para uma paisagem interior, com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos que habitam dentro de nós, como dizia o sábio Antoine de Saint-Exupéry.

Foi lindo, foi tranquilo e foi avassalador.☆


Alinhamento:
Agnus Dei
Grey Gardens
This Love Affair Matinee Idol
Out Of The Game
Jericho
In My Arms
A Womana Face
Feux
I’m Going In
April Fools
I’ mNot Ready
Sans Soucis
Art Teacher
Damoclese
I Don’t Know
Cigs

Going To A Town
Hallelujah

Texto e fotos: Ana Pereira


      


    

    

    

    

+ Aftershows      

      geral@fenther.net       Ficha Técnica     Fenther © 2006