After show

Festival DDD – Dias da Dança

“Deixar a dança ser naturalmente carne” – Quintas de Leitura integrado no Festival DDD – Dias da Dança – 28 Abril’16

Juntaram-se, nesta noite de Quintas de Leitura integrada no Festival DDD – Dias da Dança, performers, escritores, filósofos, bailarinos, coreógrafos. Juntou-se gente que faz, que fala, que reconstrói, que reinterpreta a Dança.
Juntaram-se palavras, várias, muitas, aos corpos. Alguns corpos dançaram, tocaram, cantaram, caminharam pelo palco do Teatro do Campo Alegre, palco também destes encontros de corpos e ideias.
E as palavras saíram de várias formas. Em forma de poemas vários, lidos dentro e fora do palco, interpretados por duas vozes femininas (Clara Andermatt e Mariana Magalhães) que deram voz a tantos versos como os dedos das mãos (que dançam).
E saíram em forma de ideias. Nas que Gonçalo M. Tavares, José Gil e Maria de Assis formularam, respondendo às perguntas de Cláudia Galhós. “De onde vais e para onde vens?”, assim podia resumir-se o que quis saber Cláudia. “O que te aproximou ao mundo da dança, para que dela fizesses um dos centros/o centro do teu trabalho?” e “Quais os próximos passos/explorações naquilo que fazes e desejas fazer neste mundo de movimento e gesto?”. A propósito disso, soltaram- se histórias, lembranças, coisas de há muito tempo e do futuro, contadas pelos três entrevistados. José Gil falou da Córsega, e do momento em que percebeu o desajustamento dos passos estrangeiros na paisagem habitada pelos Corsos.
Gonçalo M. Tavares falou das ruas de Lisboa, das esquinas onde há mais fotos ou mais beijos e da geografia inconsciente das cidades. Maria de Assis falou da dança desde a barriga da mãe e dos passos dados e reinventados por esse mundo de família.
Falou-se do sentido dos gestos, de linguagem e movimento, da relação entre o pensamento e o movimento dançado, numa noite que juntou em palco, corpos, imagens (um trabalho fotográfico de imagens fortes, trazidas por José Caldeira) e pensadores.

Fotos: José Caldeira
Texto: Edite Amorim



Mais Reportagens Fenther