A Dead Forest Index e Motorama no Sabotage

Motorama é cada vez mais um nome incontornável da nova vaga do revivalismo Post-Punk e não passam ao lado do público português, daí o seu regresso ao nosso país, desta vez muito bem acompanhados pelos Neo-zelandeses A Dead Forest Index.

Após passagens pela Caixa Económica Operária em 2013, Festival Entremuralhas em 2015 (edição que contou também com a presença dos A Dead Forest Index) e mais recentemente no festival Paredes de Coura do ano passado, Os Motorama chegam ao Sabotage Club para apresentar o seu mais recente trabalho "Dialogues".

A primeira parte foi assegurada pelos A Dead Forest Index, uma das mais promissoras bandas da actualidade, da casa Pop Noire (editora de Jehny Beth da banda Savages). Trouxeram na bagagem o primeiro disco "In All That Drifts From Summit Down" que conta com temas dos dois primeiros EPs "Antique" e "Cast of Lines" e alguns inéditos, entre os quais o tema "Myth Retraced" que conta com a colaboração da guitarrista Gemma Thompson (Savages), que infelizmente não os acompanhou em palco. Ninguém fica indiferente a esta banda, tanto em disco como em palco (razão pela qual estes irmãos foram a banda escolhida por Chelsea Wolfe para a acompanharem na sua tour europeia de 2015/16), como se pôde verificar nesta sua passagem pelo Sabotage. O público rendeu-se à magia dos irmãos Sherry que num concerto quase minimalista conseguiram cativar quem esperava pelos russos Motorama.

Apresentações são desnecessárias para a banda de Rostov-on-Don que mais uma vez traz a Portugal o seu post punk cada vez mais enfeitiçado pelo indie pop. Motorama são um exemplo do que melhor se faz na música alternativa. Não faltaram clássicos como "Rose in the Vase" do aclamado álbum "Calendar". Agora em trio, os Motorama mais uma vez fizeram o que melhor sabem fazer e deixaram o público de sorriso na cara.

Voltem sempre! ☆

Texto: Carlos Ferreira
Fotos: Filipe Martins




      


    

    

    

    

+ Aftershows      

      geral@fenther.net       Ficha Técnica     Fenther © 2006