Aftershow

Marisa Monte convida Carminho em Serralves

Sábado, 30 de julho, os jardins de Serralves receberam Marisa convida Carminho. O palco, encaixado no centro dos enormes jardins, esperava entre chuva miudinha, por aquele que antes de acontecer já prometia. Adivinhava-se uma enchente, que não desiludiu e de todo lado chegou o público que lotou o espaço.

Em palco, Marisa chegou convidando para uma viagem ao seu "Infinito Particular" e fez de "Depois" a ovação emocionada da plateia.
Ao lado de Carminho, falou de Gentileza, trouxe-nos Caetano e Vinicius. Entre conversas informais, baseadas na amizade e cumplicidade das duas intérpretes, esqueceu-se o espaço e poderíamos estar em qualquer lugar, entre uma ponte imaginária mas sólida que une dois lados distintos do atlântico. Houve "Chuva no Mar" mas não em Serralves, canção que Marisa fez questão de contar que escolheu Carminho e que faz parte do último disco da mesma. O samba apareceu depois, de mãos dadas com o fado, combinando na perfeição, num misto de saudade e alegria, juntando poesia e sotaque, que a audiência saboreou interagindo.
Marisa revelou ainda ser fã de música portuguesa e brindou-nos com uma das canções da sua infância, entoando um vira, na versão do grupo Secos e Molhados, fazendo Carminho e o público dançarem com ela.

O alinhamento seguiu lembrando o pop e soltando o samba, até chegar o encore. Depois de minutos de aplausos e ruidosas manifestações de carinho, Marisa subiu ao palco, agradeceu e cantou "Amor I love you". As cadeiras ficaram vazias e o público aproximou-se levado pelo entusiasmo.
Esquecera-se a noite fria de verão com a doçura e peculiaridade da voz de Marisa, e certamente, com toda a Gentileza.

Texto: Irina Correia
Fotos: Catarina Costa


Mais Reportagens Fenther