Lula Pena no Teatro Municipal do Porto

O Teatro Municipal do Porto, em Campo Alegre, recebeu na passada quinta feira, mais uma sessão do "Quintas de leitura", sob o tema " Sombras Brancas". A conversa, levada a cabo por Fernando Alves e o poeta Jorge Sousa Braga, incidiu principalmente sobre anjos e as suas várias representações e interpretações enquanto "criaturas místicas", presentes em vários poemas de diversos autores.
É de salientar a organização e produção do evento, que possibilitou uma sessão multifacetada, enquadrando a leitura de vários poemas pelas vozes de Clara Andermatt, Crista Alfaiate e João Paulo Costa, com a performance de Natasha Semmynova (drag, performer & Singer) e o pole dance a cargo de Inês. O momento musical da noite ficou a cargo de Lula Pena e há muito para ser dito sobre ela. Cantora-poeta, dona de uma voz carismática, forte e envolvente, que se esconde e mistura com a guitarra, deixando que a melodia fale por si. Trouxe consigo canções do seu novo álbum, " Archivo Pittoresco", editado recentemente, que encadeou brilhantemente com outros temas.
Não foi bonito de ver a reacção do público ainda o concerto ia a meio. Risadas, burburinhos e cadeiras agitadas, levaram a artista a questionar o bem estar da plateia, que apenas fez silêncio por breves instantes. Lula prosseguiu tentando manter-se indiferente ao barulho que obviamente a perturbava. Antes de tocar os últimos acordes de uma das músicas, o público aplaudiu, nada enérgico, "obrigando" a cantora a pousar a guitarra e terminar o espetáculo.
Não foi bonito de ver e principalmente foi desrespeitoso com a artista.
Lula apesar das raras aparições em público, enche salas pelo mundo fora, tem um talento nato, uma voz e presença que se confundem, conta histórias com canções, num tom sereno, verdadeiro. Talvez o público presente não estivesse familiarizado com um nível tão alto de excelência. Apesar deste episódio lamentável, destaco a elegância de Lula na reacção e a humildade com que agradeceu a um público que não foi justo. Esperemos ainda assim, que volte ao Porto confirmar a ovação de pé merecida.☆

Texto: Irina Correia
Fotos: Catarina Costa


      


    

+ Aftershows      

      geral@fenther.net       Ficha Técnica     Fenther © 2006