Blast Zone

Quadro de Honra

Num mercado que segue quase sempre as modas exteriores, o Heavy Metal começou a ter títulos nacionais traduzidos ou originais. Apesar de suspeito, por ser colaborador da publicação, o momento obriga a manifestar-me sobre este “Quadro de Honra”, editado via Saída de Emergência, mas com chancela da revista Loud! e que reúne textos e ilustrações alusivas a trinta e oito discos marcantes na cena portuguesa.

Quase todos os textos foram editados originalmente na revista, mas a reunião dos mesmos e a adição de alguns textos novos, permitem ter uma visão diferente do todo e de como se construíram os pilares do Metal Nacional, e do denominado “underground”.

Não me atreverei a dizer que está lá tudo, pois faltam quase todos os pioneiros do vinil: Xeque-Mate, NZZN, V12, Vasco da Gama ou Ibéria. Está José Cid com um disco importante no prog, e estão grupos, à época da edição, vizinhos do Metal e não inseridos no movimento: Mão Morta, Peste & Sida… No entanto, de um modo geral, a cobertura revela-se eficaz e permite recuperar nomes que poderão estar erradamente esquecidos: Shrine e WC Noise, por exemplo, apenas para citar um par de bandas que deram um dos melhores concertos a que pude assistir por parte de bandas nacionais, no velho Dallas, no bar Galeria Norte, algures na primeira metade dos 90.

Dos grandes nomes só faltará More Than A Thousand, mas estão lá os companheiros If Lucy Fell e Men Eater, que representam um dos últimos grandes movimentos musicais dentro do Heavy Nacional. Fora isso, do Minho ao Algarve estão lá quase todos os nomes que marcaram a diferença e se alguns ainda o fazem, como Bizarra Locomotiva, outros foram prematuramente extintos como Sirius e Inhuman.

Embora não assinando nenhum texto, poderia contar uma história pessoal com grande parte das bandas, ou referir um concerto que mais me marcou. Afinal, se tivesse de fazer um Top 10 de concertos nacionais, ao longo destes 30 anos em que acompanho a cena, receio que quase todos os nomes estariam neste livro: Mão Morta, Moonspell, WC Noise, RAMP, Shrine, Men Eater…

Mas por agora, é o Quadro de Honra que interessa. Leiam!

Emanuel Ferreira

☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆


      geral@fenther.net       Ficha Técnica     Fenther © 2006