Aftershow

Anaquim no Teatro do Bairro em Lisboa

Na passada quinta-feira, os Anaquim encheram o Teatro do Bairro em Lisboa além das expectativas! O primeiro dos concertos de apresentação do novo trabalho “Um Dia Destes” teve casa cheia, não havia sequer lugares sentados para tanta gente, enquanto uns ficaram de pé outros começaram a sentar-se em sítios menos convencionais, como escadas. E na meia hora de espera pela banda que se seguiu, o convívio de todos os presentes não permitiu qualquer silêncio.

A banda entrou em palco e de imediato os aplausos foram ouvidos em vez do ruídoso convívio, o prelúdio para uma noite excepcional. Cumprindo a função da noite, o tema que abriu o espectáculo consta no novo disco, Tenho o Amor Guardado Numa Caixa. José Rebola, o vocalista e letrista, introduziu a banda, o quinteto de Coimbra, explicando como este novo álbum surge após 4 anos, e em tom de brincadeira, como a primeira apresentação é como a banda dar à luz. Foi uma das coisas que não faltou nessa noite, humor com boa disposição e fãs que cantaram todas as canções.

O primeiro tema deste novo disco, Sou Imune ao Teu Charme, circula pela Internet com um vídeo que tem vindo a conquistar inúmeras visualizações, já ultrapassou as dez mil e conta com a participação da actriz Carolina Frias, a mesma que alegrou ainda mais a noite ao subir a palco durante o respectivo tema. Apontar É Feio infelizmente não teve a participação de Jorge Palma como aquando da sua gravação, mas Há Sempre Qualquer Coisa foi cantado em dueto com a Luísa Sobral, uma voz tão tenra apropriada à letra da canção. Além dos novos sons, não podiam ficar de fora canções como Desnecessariamente Complicado, Livro de Reclamações e Mas Nunca Em Dias de Sol, temas do disco de 2012.

Houve uma vã tentativa da banda de sair do palco mas o entusiástico público não considerou sequer tal possibilidade, não bastou unânimes aplausos, todos se levantaram para aplaudir e pedir por mais. O quinteto voltou, claramente agradado, tocaram mais A Vida dos Outros, que dá nome ao disco de 2010, e um tema que faz parte da infância de todos e por isso a letra é cultura geral, Tom Sawyer. Mais uma vez os artistas saíram do palco e uma vez mais o público se levantou em aplausos por mais… houve um segundo encore! Desta vez tocaram Balalaikas e, para verdadeiramente terminar, repetiram Sou Imune ao Teu Charme. Os cinco artistas alinharam-se em frente ao palco, convidaram a Luísa Sobral a ficar a seu lado também, e fizeram várias vénias ao som de muitos mais aplausos. Deram a magnífica noite por terminada, ainda faltava conquistar as multidões de Porto e Coimbra.

Texto: Tobias de Almeida
Fotos: Ana Pereira



Mais Reportagens Fenther